Já parou pra pensar que o excesso de peso pode estar causando aquela dorzinha na coluna?

A obesidade é comumente associada ao desenvolvimento de doenças como diabetes e hipertensão, mas o que muitos não sabem é que ela também contribui para problemas de saúde como HÉRNIA DE DISCO, LOMBALGIA, ARTROSE e OSTEOPOROSE.

A coluna vertebral é do eixo de sustentação de nosso corpo, e o excesso de peso, principalmente na região abdominal, aumenta a carga física sobre ele afetando a estrutura da coluna causando dores. Isso porque o deslocamento do centro de gravidade do corpo acaba sobrecarregando as curvaturas vertebrais, seus músculos estarão sempre tentando colocar o eixo nem sempre conseguindo, causando constantes dores.

Para prevenir ou tratar esses problemas, procure cultivar hábitos de vida mais saudáveis.

  • Alimentação equilibrada.

Manter uma alimentação equilibrada é muito importante para manter o peso adequado do corpo e ajuda a evitar o estresse, ansiedade e tensão, fatores que potencializam as dores de coluna

  • Atividades físicas, sempre com supervisão profissional.

A prática de exercícios com acompanhamento profissional auxilia o gasto calórico e fortalece os músculos (principalmente os estabilizadores da coluna).

  • Mantenha a boa postura da coluna.

O desenvolvimento da consciência corporal é essencial para manter sua postura correta com o mínimo esforço possível.

  • Acompanhamento médico especializado.

O acompanhamento é indispensável para que no processo de perda de peso e tratamento das dores da coluna o paciente mantenha-se saudável.

O diagnóstico da dor causada pela obesidade pode ser feito clinicamente pelo fisioterapeuta através de uma avaliação manual criteriosa associadas a leitura de outros exames que podem ser solicitados. O tratamento fisioterapêutico através de terapias manuais e pilates ou musculação terapêutica, é o mais seguro, pois seu acompanhamento evita que o paciente desenvolva outras lesões vindas de exercícios mal executados ou inadequados para sua condição